Estudante de Engenharia Agronômica da Unifeob estagia no IAC

Estudante de Engenharia Agronômica da Unifeob estagia no IAC

A participação no Gecaf foi essencial para Cassius Aguiar ingressar no renomado Instituto Agronômico

Ainda no quarto módulo do curso de Engenharia Agronômica da Unifeob, o estudante Cassius Aguiar desfruta de uma oportunidade única em sua área: estagiar no prestigiado Instituto Agronômico de Campinas (IAC), órgão de pesquisa da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo fundado por D. Pedro II em 1887. “No começo nem acreditei, mas agora que faço parte do projeto, vejo o quão importante está sendo para mim ter ingressado e estar ao lado de pessoas influentes do meio agronômico”, conta.

Contratado desde 15 de setembro, ele começou uma iniciação científica relacionada a carbono e gases do efeito estufa. “Ainda tenho muito o que aprender, mas o que vejo em sala de aula ajuda muito no melhor entendimento dos experimentos, facilita a minha participação e melhora o meu desempenho”, relata. “A partir do momento em que comecei a cursar Engenharia Agronômica, tive certeza que aqui era o meu lugar. O interesse de aprender mais possibilitou abrir portas que jamais imaginaria, tudo com o fundamental apoio e liberdade da Unifeob para desenvolvermos nosso trabalho em cafeicultura na Fazenda-Escola”.

A indicação do Professor Victor Florencio foi determinante para concretizar a aspiração de Cassius. Segundo o docente, a participação, demonstração de interesse e uso constante da infraestrutura disponível para aprender cada vez mais e colocar projetos do Grupo de Estudos em Cafeicultura (Gecaf) em prática foram fatores decisivos. “Temos que criar nossas próprias oportunidades. É uma motivação para que os estudantes sempre busquem por estágios de férias, grupos de estudo e atividades complementares que aumentem suas redes de contato para se destacarem”, afirma.

“A partir do momento em que comecei a cursar Engenharia Agronômica, tive certeza que aqui era o meu lugar”, diz o estudante da Unifeob, Cassius Aguiar

Os feedbacks sobre o desempenho de Cassius são excelentes. “Eles estão gostando bastante do trabalho, ele realmente vestiu a camisa”, diz Victor. “É um orgulho saber que eu pude contribuir para sua formação e que ele tem obtido sucesso na sua área de trabalho”. Por sua vez, o estudante agradece o reconhecimento e a oportunidade conseguida pela Unifeob. “Tudo começou com o Gecaf, as portas foram se abrindo. Além dos conhecimentos infinitos que posso obter, o network com pesquisadores e estudantes de lá é de grande valia para o meu currículo e também para nossa instituição”.

Fazenda-Escola da Unifeob

Com uma estrutura completa de 150 hectares, de fácil acesso dentro da zona urbana de São João da Boa Vista – SP, a Fazenda-Escola da Unifeob conta com salas de aula, auditórios, estufa de 100 m² com irrigação, campos de pastagem com cabeças de gado, contêiner de produção de alimentos com destino animal, área irrigada de 10 hectares com pivô central, totalmente cercada, e lavouras de sequeiro. “Nós prezamos muito por aulas práticas, envolver os estudantes em situações de campo. Explicamos as bases teóricas com toda a fundamentação, mas sempre mostramos a aplicação para que enxerguem o porquê de estar aprendendo aquilo”, defende o professor.

Um diferencial importante é a iluminação: atividades noturnas podem ser feitas sem empecilhos. Há também todo o maquinário, suportes, tratores, implementos e áreas de solo já preparadas para garantir o melhor aproveitamento de estudantes e empresas parceiras. Toda a estrutura é um dos principais elementos dos excelentes resultados do curso em avaliações do Ministério da Educação (MEC) e do Guia da Faculdade.

“Nossa Fazenda-Escola dá todo o suporte para quem quer se envolver em projetos com nossas várias empresas parceiras, grupos de estudo, ensaios de campo e trabalhos de pesquisa”, cita o professor Victor. “Isso ajuda bastante na formação e faz com que tenhamos o sucesso que estamos tendo com o MEC e Guia da Faculdade, por exemplo”.

Conheça o IAC

O Instituto Agronômico é um centro de pesquisa e desenvolvimento agronômico com influência direta na área agrícola. “Berço de muitos artigos e pesquisadores renomados, que mudam o rumo da agronomia a cada dia, descobrindo e desenvolvendo variedades, experimentos de suma importância para o futuro agrícola”, explica Cassius.

Segundo o site Wikipédia, a missão institucional do IAC é gerar e transferir ciência e tecnologia para o negócio agrícola, otimizar sistemas de produção vegetal e o desenvolvimento socioeconômico com qualidade ambiental. Sua atuação garante a oferta de alimentos à população e matéria-prima à indústria, cooperando para a segurança alimentar e competitividade dos produtos no mercado interno e externo.