Centro Universitário Unifeob vai investir ainda mais em tecnologia

Centro Universitário Unifeob vai investir ainda mais em tecnologia

Por O Município

Destaque mundial pelo Google em transformação digital, o Centro Universitário Unifeob acredita que o futuro da educação passa por investimento pesado em tecnologia e pretende ampliar ainda mais esses mecanismos a partir de agora. Desde 2012, a instituição tem quebrado paradigmas e inovado. Isso inclui total mudança em seu Projeto Pedagógico, valorizando as competências dos estudantes e deixando para trás o sistema de ensino tradicional.

Paralelo a isso, decidiu por investir em tecnologia para alinhar o Projeto Pedagógico moderno com ferramentas digitais eficientes. E a parceria com o Google foi o ponto de partida que levou o Centro Universitário a ser considerado modelo global na implantação de tecnologias no ensino. Tanto que, com a chegada da pandemia, que pegou o mundo inteiro de surpresa, a Unifeob esteve no pequeno rol de instituições que tiveram capacidade de virtualizar o ensino de maneira rápida, sem comprometer seus estudantes.

E as aulas remotas parecem não ser apenas uma alternativa à pandemia, mas tudo indica que farão parte do futuro da educação. Isso é o que garante pesquisa realizada pelo Sindicato das Entidades Mantenedoras de Ensino Superior no Estado de São Paulo (Semesp): segundo o levantamento, tanto alunos como professores aprovaram a introdução das aulas remotas; aqueles que a rejeitaram somam menos de 15%.

Para diversos estudantes, o ensino remoto ou o EaD (Educação a Distância) significou uma quebra de paradigma e colaborou com suas vidas em diversos aspectos. Alguns ressaltam a possibilidade de otimizar o seu tempo com a flexibilização do ensino, outros destacam a possibilidade de rever as aulas de acordo com a sua necessidade. Isso sem contar o dinamismo que esse “novo ensino” oferece, com a possibilidade de maior interação e menor deslocamento.

Tendo em vista este cenário, o Centro Universitário já se prepara para investir ainda mais nesse setor com o objetivo de continuar sendo uma das instituições de destaque no Brasil quando o assunto é tecnologia. “A tecnologia também permite uma possibilidade muito maior de compartilhar conteúdos e desenvolver o aprendizado entre os estudantes, um contribuindo com o desenvolvimento do outro”, afirmou o pró-reitor acadêmico, José Roberto Junqueira.

Todos os cursos devem receber novidades digitais daqui para frente, o que vai garantir aos estudantes e professores mais liberdade acadêmica e um vasto campo de conhecimento e troca de experiências através da tecnologia. “Não podemos mais pensar o ensino apenas como antes, com alunos e professores em uma sala de aula vendo slides ou escrevendo em lousas. Precisamos inovar, otimizar o tempo, explorar as ferramentas que a tecnologia hoje nos oferece. Quem não pensar assim vai ficar para trás e a Unifeob quer sempre estar à frente”, garantiu o reitor João Otávio Bastos Junqueira.