“Professor que Faz a Diferença” homenageia 18 educadores de ensino médio

“Professor que Faz a Diferença” homenageia 18 educadores de ensino médio

A segunda edição do “Professor que Faz a Diferença”, homenagem da UNIFEOB a professores de ensino médio, foi realizada na manhã da última quinta-feira, dia 10, na Biblioteca do Campus Mantiqueira. Na ocasião, 18 educadores foram agraciados com certificados, presentes e cumprimentos da reitoria da instituição.

“Essa solenidade tem sobretudo a função de valorizar o professor”, explica o reitor da UNIFEOB, João Otávio Bastos Junqueira. “É uma conscientização que a gente faz com nossos alunos sobre a importância que os professores têm. Então, é um dia de muitas homenagens, mas principalmente do simbolismo da importância da educação, do esforço e da meritocracia”.

Para o pró-reitor acadêmico, José Roberto Junqueira, a ação coloca em prática a missão de reconhecer os educadores. “A valorização docente é algo muito anunciado e pouco praticado. A ideia é que a gente crie esse espaço de valorização e dê a eles a oportunidade de conhecer a nossa instituição. É uma maneira de agradecer”, afirma.

Organização
A solenidade é preparada pela coordenadora de Relacionamento com Escolas, Tharcila Buzon. “A gente realiza uma votação com os nossos alunos de primeiro ano, pedimos que coloquem o nome da escola em que terminaram o ensino médio e indiquem o nome de um professor que considerem que fez a diferença na vida escolar dele”, informa.

A professora de matemática Priscila Helena Cunha, da Escola Padrão de Poços de Caldas – MG, é ex-aluna da instituição e ficou emocionada por voltar como uma das homenageadas. “A UNIFEOB é que está sendo duas vezes homenageada: por ter feito a diferença na minha vida e possibilitado que eu fizesse a diferença em outros lugares”, emociona-se.

Em seu depoimento, Hugo Fernando do Couto Faco, professor de história da Escola Estadual Dona Rita Amélia de Carvalho, de Santa Rita de Caldas – MG, estendeu o agraciamento aos próprios professores. “Fiz questão de mencionar educadores fundamentais que fizeram muita diferença na minha vida. É uma sensação de realização, missão cumprida”, conclui.