Estudantes de Ciências Biológicas aumentam pontuação de Águas da Prata no Programa Município Verde-Azul

Estudantes de Ciências Biológicas aumentam pontuação de Águas da Prata no Programa Município Verde-Azul

Os estudantes do curso de Ciências Biológicas da UNIFEOB do último módulo participaram de ações voltadas ao Programa “Município Verde-Azul”, da cidade de Águas da Prata-SP. O projeto é desenvolvido pelo Governo do Estado São Paulo, por meio da Secretaria do Meio Ambiente e visa medir e apoiar a gestão ambiental dos municípios, de forma a garantir a execução de políticas públicas para o desenvolvimento sustentável. A participação no programa e o resultado advindo dele podem favorecer a liberação de recursos aos municípios integrantes, garantindo o cumprimento de suas agendas ambientais.

Segundo a coordenadora do curso, Cintia Rossi, os municípios desenvolvem Dez Diretivas, com temas envolvendo sustentabilidade e gestão ambiental. “Durante o primeiro semestre de 2018, os estudantes colaboraram para o cumprimento de algumas dessas diretivas, contribuindo para a melhoria do ranking do Programa do Município de Águas da Prata, com relação à agenda ambiental”, explica.

Os universitários participaram ativamente de diversos temas norteadores das diretivas, como biodiversidade, uso do solo, qualidade do ar e gestão das águas.

Com relação ao uso do solo, foram abordados diversos aspectos, além de  promoverem visitas e fiscalização sobre a contaminação do solo e águas subterrâneas por postos de combustíveis, que são considerados potencialmente poluidores, pois suas atividades geram resíduos sólidos e líquidos perigosos e causam danos ao meio ambiente. As visitas tiveram o objetivo de verificar se os postos do município estão de acordo com as normas estabelecidas por órgãos fiscalizadores, como a CETESB (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo).

Cintia explica que “também foi realizada atividade de educação ambiental voltada à conservação e uso consciente do solo e seus recursos. Além de ações de panfletagem nas áreas centrais da cidade, com objetivo de alertar sobre as queimadas, os danos causados ao meio ambiente e à saúde da população e orientação aos moradores sobre a fiscalização e as penalidades previstas em lei para as pessoas que colocam fogo para limpeza de terrenos e outras finalidades”.

A diretiva sobre a Biodiversidade foi abordada com atividades lúdicas envolvendo educação ambiental com crianças de escolas municipais e conscientização da conservação da fauna e flora, utilizando animais taxidermizados da coleção de Zoologia da UNIFEOB.

Os universitários também trabalharam a guarda consciente de cães e gatos, realizando, inicialmente, um censo para determinação de animais errantes de Águas da Prata, já que esse é um grande problema dos municípios brasileiros em geral, promovendo a superpopulação. Foram distribuídas cartilhas com orientações voltadas à saúde dos animais e vacinação, além de alertarem a população sobre o número de animais abandonados cada vez mais crescente, ressaltando a importância de promover-se o bem-estar e integridade deles.

Com relação à gestão da água, foram ministradas palestras para alunos do Ensino Fundamental e Médio município  sobre a conservação das nascentes.

Por meio dessas ações, os estudantes do Curso de Ciências Biológicas da  UNIFEOB contribuíram para que a Estância Hidromineral de Águas da Prata obtivesse pontuação para o Programa Município Verde-Azul. O resultado oficial do programa sairá no fim deste ano.