Especialistas apontam que ensino híbrido é o futuro da educação

Especialistas apontam que ensino híbrido é o futuro da educação

Com o avanço das tecnologias, a educação vem sofrendo grandes transformações no mundo todo. E uma das modalidades mais promissoras desta nova fase é o ensino híbrido.

Nele, o estudante une o EAD (Ensino a Distância) e o presencial, intercalando os materiais virtuais com atividades presenciais e em grupo.

De acordo com Carlos Nascimento, gerente de Educação a Distância da UNIFEOB, a metodologia híbrida foi projetada para possibilitar uma formação mais completa, interativa e personalizada. “O híbrido concilia as melhores características das duas principais modalidades de ensino: presencial e EAD. O objetivo é tornar a aprendizagem mais dinâmica e significativa para os estudantes”, explica.

E especialistas no assunto revelam que o híbrido é o futuro da educação. Essa é a opinião de Julia Freeland Fisher, diretora para educação do Instituto de Pesquisa Clayton Christensen Institute, nos Estados Unidos.

Em entrevista à Revista Época, a educadora acredita que as salas de aulas estão prestes a mudar de forma drástica por causa da tecnologia e que estudantes e professores terão papel diferente nessa realidade.

“Nas salas de aula de ensino híbrido, os professores se transformam em facilitadores de aprendizagem. Ou seja, em vez de meramente conferir palestras, eles transferem parte desse trabalho à internet para que possam usar seu tempo de maneira mais produtiva: ao invés de avaliar provas ou falar por uma hora, um professor pode usar essa hora para analisar os dados das provas e identificar os pontos de maior dificuldade de seus alunos. E, depois, dar uma explicação diferenciada para indivíduos específicos ou pequenos grupos”.

Assim, no híbrido, a abordagem passa a ser centrada no estudante. “A aprendizagem é entregue pensando em cada aluno, para que o estudante receba a ajuda que precisa quando precisa”, aponta.

A Fundação Lemann também defende o ensino híbrido e sua expansão no Brasil. Para ela, essa modalidade permite maior engajamento dos estudantes no aprendizado, melhor aproveitamento do tempo do professor, ampliação do potencial da ação educativa visando intervenções efetivas, planejamento personalizado e acompanhamento de cada estudante, oferta de experiências de aprendizagem que estejam ligadas às diferentes formas de aprender e aproximação da realidade escolar com o cotidiano de cada um.

Em razão desses fatores, o híbrido já se tornou padrão em diversos países, por exemplo, nos Estados Unidos e México.

NA UNIFEOB

No Polo da UNIFEOB em Poços de Caldas, inaugurado recentemente, o ensino híbrido já é oferecido e Carlos Nascimento, gerente de Educação a Distância da Instituição, destaca alguns pontos.

Segundo ele, no Polo da UNIFEOB, as aulas teóricas ocorrem na plataforma online e as aulas práticas em laboratórios do Campus e do próprio Polo. “Isso faz com que o universitário não precise ir à faculdade todos os dias e permite conciliar a rotina entre trabalho, família, lazer e estudos”.

O gerente explica, ainda, que são dois encontros por semana no Polo Shopping Poços de Caldas e um encontro mensal no Campus em São João da Boa Vista. “No Polo, o estudante terá aulas em sala de aula com infraestrutura especial para práticas de metodologias ativas, justamente para proporcionar uma maior interação entre estudantes e professores. Já no Campus, ele terá uma experiência realmente enriquecedora nos laboratórios de ponta do Centro Universitário”.

E destaca que toda a estrutura e metodologia de ensino foram pensadas para desenvolver as competências que o mercado de trabalho exige, com objetivo de formar profissionais com alto nível de empregabilidade.

No Polo da UNIFEOB, os cursos híbridos oferecidos são Arquitetura e Urbanismo, Engenharia Agronômica, Engenharia Civil e Engenharia de Produção. Mais informações podem ser obtidas pelo site ead.unifeob.edu.br, no Polo Shopping Poços de Caldas, localizado à Av. Silvio Monteiro dos Santos, 180 – Vale das Antas, ou pelo telefone (35) 3042-2128.