Batata: UNIFEOB e ABVGS realizam o maior experimento do mundo

Batata: UNIFEOB e ABVGS realizam o maior experimento do mundo

A UNIFEOB, por meio do seu curso de Engenharia Agronômica, e a ABVGS (Associação dos Bataticultores de Vargem Grande do Sul) deram início ao projeto de pesquisa sobre: Fertilidade, Irrigação e Manejo Fitossanitário na cultura da Batata. Este é o maior experimento sobre esta cultura já realizado no mundo.

Os resultados serão apresentados em um evento, no dia 9 de junho, para estudantes, produtores rurais e interessados do setor.

Em 2017, o Centro Universitário, durante o Nutri Batata I, já obteve informações importantes para os produtores. Entre elas, os pesquisadores descobriram que é possível a redução de uso de fertilizantes na produção de batata.

Os resultados alcançados pelos professores e alunos rebatem a “tradicional receita” usada pelos produtores, em que desconsideram os teores dos elementos disponíveis no solo.

E os agricultores irão sentir no bolso o reflexo destes estudos, pois podem obter pelo menos até 15% de economia na produção final.

Agora, o curso de Engenharia Agronômica ampliou o projeto e em parceria com a ABVGS promete surpreender os participantes com informações imprescindíveis para os produtores.

O coordenador do curso de Engenharia Agronômica Paulo Lazzarini, professor formado e com mestrado pela Esalq/USP, conta que o experimento está sendo desenvolvido em uma área de 2,5 hectares e conta com a parceria da ABVGS (Associação dos Bataticultores de Vargem Grande do Sul e região), entidade que representa cerca de 160 produtores.

“Vamos compartilhar todos os resultados com os produtores e alunos. Vamos gerar conhecimento nessa cultura”, reforça o coordenador.

Segundo ele, o objetivo é que a UNIFEOB seja um braço de pesquisa da ABVGS, pois esta região é a mais importante do país na produção de batata de inverno. O que estamos desenvolvendo será referência para o país todo”, ressalta.

Para se ter uma ideia, a região de Vargem Grande do Sul é responsável por 60% da batata de inverno produzida no Brasil. São mais de 19.670 hectares da cultura, destinada para consumo, indústria e semente.

Áreas de pesquisa da Batata

Entre as áreas estudadas no experimento estão a adubação, o manejo de variedades de batatas, irrigação, controle de pragas e doenças. E tudo isso com o objetivo principal de otimizar o negócio, usar menos insumo, melhorar a qualidade e ter mais lucratividade com a produção.

O reitor da UNIFEOB, João Otávio Bastos Junqueira, afirma que este trabalho vai de encontro com o papel da instituição, que é comunitária e uma fundação. “Nós temos a grande missão de fazer diferença na vida das pessoas. E não apenas na dos nossos alunos, mas também da comunidade. E não somente local e regional, mas podemos compreender também nosso país”.