Notas de edições anteriores do Enem serão utilizadas para Fies e Prouni

Notas de edições anteriores do Enem serão utilizadas para Fies e Prouni

Previsto para acontecer em abril de 2021, o Sisu pretende usar a nota do Enem realizado em janeiro

Os processos seletivos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e do Programa Universidade para Todos (Prouni) exigirão dos candidatos as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) anteriores à edição de 2020 – cujas provas serão aplicadas em janeiro de 2021. Os editais estão disponíveis nos links a seguir: edital do Prouni; edital do Fies.

A resolução do Ministério da Educação (MEC) visa evitar maiores prejuízos a candidatos que já tenham prestado o exame anteriormente. No caso do Fies, em especial, podem disputar vagas todos que tenham realizado o Enem desde 2010. Previsto para acontecer em abril de 2021, o processo seletivo do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), por outro lado, exigirá a nota do Enem 2020; seu edital será publicado após a divulgação dos resultados do Enem, em março de 2021.

Adiamento do Enem

O Enem foi adiado para janeiro de 2021 em virtude da pandemia de coronavírus e será possível realizá-lo presencial ou remotamente. As datas de aplicação foram definidas por meio de consulta pública e as adequações necessárias para o cronograma devem garantir o bom andamento dos processos seletivos, divulgação de notas e ingresso regular de estudantes no ensino superior.

Logo após a realização do Sisu, o MEC prevê a abertura da segunda edição dos processos seletivos do Fies e do Prouni 2021. A partir de então, as notas do Enem 2020 (realizado em janeiro de 2021) serão consideradas.

Informações da Assessoria de Comunicação do MEC e Secretaria de Educação Superior (Sesu)