Ministro do Meio Ambiente recebe professor da Unifeob

Ministro do Meio Ambiente recebe professor da Unifeob

O docente Plínio Aiub conversou com o ministro Ricardo Salles sobre a possibilidade de instalar um Centro de Reabilitação de Animais Silvestres em São João

Um almoço com o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, representantes do agronegócio, autoridades municipais e público limitado foi realizado na Fazenda São Francisco, na rodovia SP-342, na manhã de segunda-feira (14). O professor da Unifeob, Plínio Aiub, foi convidado pelo ex-aluno de Medicina Veterinária da Unifeob, Adriano Vaz de Lima, do setor de agronegócio, a comparecer devido a sua atuação e papel de liderança nas buscas ativas a animais feridos durante os incêndios que assolaram a Serra da Paulista e Águas da Prata.

Clique aqui para conferir todas a instalação do Ponto de Atendimento Veterinário e todas as demais ações da Unifeob durante os incêndios

“Foi bem produtivo, demos um salto enorme em relação a este projeto [de implantação de um Centro de Reabilitação de Animais Silvestres]. Ao meu ver, está muito perto de acontecer agora”, diz o professor Plínio Aiub

A oportunidade foi propícia para Plínio apresentar ao ministro Ricardo Salles um projeto para a construção de um Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS). “Ele foi bastante solícito com todo mundo, atendeu a todos. Conversei rapidamente, ele quis saber sobre a atuação da Unifeob no incêndio e contei também sobre os planos para implantar o centro de reabilitação em São João”, relata o professor Plínio. “O ministro estava muito aberto a conversar e me colocou em contato com sua equipe. Foi bem produtivo, demos um salto enorme em relação a este projeto. Ao meu ver, está muito perto de acontecer agora”.

Certificado

Em novembro, o professor Plínio Aiub também recebeu um certificado da Secretaria da Segurança Pública (SSP) e da Polícia Militar do Estado de São Paulo (PM-SP) pela atuação nos incêndios. Durante o evento, comunicou-se que foi um acidente ambiental sem precedentes no Estado de São Paulo e cerca de 150 voluntários colaboraram efetivamente, tanto na ação direta contra o fogo, quanto em benefício dos animais.

Relembre a homenagem e entrega de certificado ao professor Plínio