Estudante da UNIFEOB apresenta trabalho científico no Uruguai

Estudante da UNIFEOB apresenta trabalho científico no Uruguai

O estudante de Engenharia Agronômica, Rafael Henrique Minelli, viajou a Montevidéu, Uruguai, para participar do XXII Congresso Latino-Americano de Ciência do Solo. Na quarta-feira, dia 9, apresentou o trabalho “Características morfogênicas do capim marandu em solo com o uso associado de gesso e calcário”, orientado pela professora Fernanda Devechio. Na plateia havia centenas de profissionais da área, professores, especialistas, mestres e doutores. As inscrições foram custeadas pelo Núcleo de Pesquisa da UNIFEOB.

“Além de ser uma grande experiência de aprendizado e agregar conhecimento na área de pesquisa, apresentar em um congresso internacional e de extrema importância como esse vem como um grande marco no currículo acadêmico”, comemora Rafael. O estudante também foi sabatinado por dois avaliadores e parabenizado pelo trabalho. “É muito gratificante ter um feedback positivo. Mostra que todo o empenho dedicado à condução do projeto está me levando pelo caminho certo”.

“Somente com o apoio da UNIFEOB e o incentivo à pesquisa foi possível o desenvolvimento do trabalho e, consequentemente, a geração de resultados para serem apresentados nesses encontros e publicados em revistas científicas”, afirma a professora Fernanda. “É incrível estar em um ambiente em que a maioria das pessoas é aquilo que você sonha um dia se tornar. É um incentivo para seguir em frente nesse caminho”, conclui Rafael.

Simpósio

Não é a primeira vez que o universitário participa de eventos como esse. No fim de setembro, participou de um simpósio em Pirassununga. “O Simpósio de Iniciação Científica da Universidade de São Paulo (Siicusp) foi um imenso aprendizado. Na ocasião, também tive a oportunidade de apresentar meu projeto e discutir sobre ele com os professores avaliadores. O próximo será o Simpósio Acadêmico-Científico realizado pela UNIFEOB, em novembro”.

Pesquisa

O estudo é um projeto de iniciação científica da UNIFEOB, com bolsa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) por 12 meses. “A pesquisa contribui para aumentar o conhecimento em práticas corretivas de solo visando aumento da produtividade da pastagem, redução de degradação de áreas de pastagem e aumento de produtividade dos animais”, explica Fernanda. “O Rafael enviou o trabalho para o Congresso e, devido à relevância na área e por atender às exigências, foi aceito”.

Congresso

De 7 a 11 de outubro, em Montevidéu, capital do Uruguai, aconteceu o XXII Congresso Latino-Americano de Ciência do Solo, com a presença de várias autoridades científicas, para discutir e divulgar novos conhecimentos sobre o estudo, uso e manejo do solo. Durante o evento, também foram apresentados trabalhos científicos e tecnológicos por especialistas renomados internacionalmente.

Fonte: clacs.org