Conselhos Fiscal e Curador comemoram ano positivo para UNIFEOB

Conselhos Fiscal e Curador comemoram ano positivo para UNIFEOB

“Queria agradecer a todos vocês. É uma função tão nobre a que a gente faz: manter uma instituição de ensino”. Com essas palavras, o reitor da UNIFEOB, João Otávio Junqueira, abriu a confraternização de final de ano dos Conselhos Fiscal e Curador na noite de segunda-feira, dia 25. “Com todos os esforços que a gente fez, atingimos nosso principal objetivo: colocar mais gente para estudar. Esse é o motivo de a instituição ter sido criada e é isso que queremos manter”.

A celebração aconteceu na sede da Reitoria da UNIFEOB. Segundo os integrantes, foi um ano de muitas conquistas para a instituição. “Não foi fácil, mas a competência das pessoas que trabalham aqui fez com que atingíssemos as metas”, afirma o presidente do Conselho Curador e coordenador do curso de Direito, Cyro Sanseverino. “Terminamos o ano com muita satisfação e também muita esperança”. Para o ouvidor José Elias Isaac, o próximo ano será de muitas realizações. “2020 será ainda melhor que 2019. Somos uma instituição de primeiro mundo, todos estão lutando para uma educação melhor”.

Inclusão

Durante a fala, João Otávio destacou a responsabilidade social da UNIFEOB. “Ampliamos o ‘Melhor Aluno da Escola Pública’ com o Rotary Club, que começou dez anos atrás. Foram mais de 60 estudantes beneficiados de 20 cidades nesta edição. Criamos também o Símbia, originário do projeto espanhol ‘Quiero Estudiar’, que permite às escolas públicas selecionar os melhores alunos para estudar na UNIFEOB de graça, sem um real de contrapartida”.

O objetivo é estabelecer uma cultura de reciprocidade que estimule a educação brasileira. “Depois de formados, os participantes serão convidados a contribuir com o Símbia. Ajudarão outras pessoas a estudar. Continuamos no Prouni, no Escola da Família, no Fies. Temos mais gente estudando aqui com bolsa do que todas as outras instituições públicas de São João. E, ainda sim, continuamos com nossos investimentos e conquistas”, comemora.

Escola do Bem-Estar

Próximo à inauguração da nova fachada, o Clube do Palmeiras foi outra aquisição da UNIFEOB. Lá está instalada a Escola do Bem-Estar. “Foi uma maneira de colocarmos uma ferramenta importante para os nossos cursos da área de Saúde, principalmente Fisioterapia e Educação Física”, explica João Otávio. “Bom para a gente, bom para os estudantes e bom para a cidade, que teve seu patrimônio preservado”.

Avaliação do MEC

Durante o mês de outubro, a UNIFEOB alcançou nota máxima na avaliação do Ministério da Educação (MEC). “A gente passou por recredenciamento. Em todas as avaliações, só nota alta, conceitos excelentes”, recorda o reitor. “Este agradecimento é por estarmos tentando mudar o país. A nossa parte, estamos fazendo. E vamos seguir nossa missão”.

Parcerias

À frente da Associação Brasileira das Universidades Comunitárias (Abruc) nos últimos dois anos, João Otávio defende a colaboração entre as instituições comunitárias para fortalecer a educação no Brasil. “Temos feito redes de apoio, formado convênios, parcerias no país inteiro, tanto na Educação à Distância (EaD) quanto no presencial, para que sejamos instituições comunitárias fortes. Eu procurei reforçar isso na Abruc: formar uma rede de instituições sem fins lucrativos, comunitárias, que possam se fortalecer juntas”.

Expansão

Por fim, os integrantes dos conselhos comemoraram a expansão da UNIFEOB. “Abrimos mais cursos, ampliamos a EaD, inauguramos o polo de Mogi Guaçu e em alguns meses abriremos o de Andradas”, cita o reitor. “Fazemos nossa parte com a colaboração de vocês; por isso, meu agradecimento e reconhecimento pelo trabalho e companheirismo, preservando o sonho das pessoas que criaram essa instituição lá atrás. Estamos investindo no ensino de qualidade como eles queriam”.