Acontece na Unifeob

Unifeob realiza mesa redonda em Congresso Nacional de Educação

Em sua quinta edição, o evento voltado a acadêmicos, educadores e gestores reuniu importantes palestrantes do país.

Hoje, mais do que nunca, é preciso debater a Educação e suas políticas públicas. O 5° Congresso Nacional de Educação de Poços de Caldas, que contou com o apoio e participação ativa de especialistas da Unifeob, foi um espaço propício para tais discussões. Durante os dias 9 e 10 de junho, profissionais de renome, políticos, escritores, cientistas e acadêmicos se reuniram remotamente para diversas conferências sobre o tema e suas derivações.

Um dos destaques da programação foi a Mesa Unifeob, realizada na tarde de quinta-feira (10) com a presença dos professores Inês Waitz, coordenadora pedagógica da instituição; Patrícia Furlanetto, coordenadora do curso de Pedagogia e procuradora institucional; Diogo Vianna, mestre em Educação e docente dos cursos de Pedagogia e Direito; e João Fábio Diniz, coordenador da Pós-Graduação em Metodologias Ativas para Aprendizagem.

O tema escolhido foi “Os desafios da formação docente pós-pandemia: o que esperam de nós?” Além de discutir e propor soluções para questões atuais da Educação, os participantes apresentaram casos de sucesso da Unifeob em relação à implantação de tecnologia em todos os cursos, virtualização das atividades por conta da pandemia de Covid-19 e resultados positivos da reformulação do Projeto Pedagógico Institucional (PPI) com a adoção de metodologias ativas.

Minicurso

Em maio, o Prof. João Fábio já havia proferido uma palestra sobre metodologias ativas para aprendizagem aos participantes do congresso. Essas atividades foram oferecidas por instituições parceiras, como a Unifeob, e estão disponíveis gratuitamente no perfil do evento no YouTube. “O objetivo foi trazer uma visão diferente para esse tema tão em voga na Educação”, conta João Fábio.

Assista gratuitamente ao minicurso “As metodologias ativas de aprendizagem enquanto experiências ativadoras do aprendizado significativo”

Para ele, eventos como esse permitem reavaliar as relações entre Educação e novas tecnologias. “Acredita-se que estas sejam úteis enquanto ferramentas de aprendizagem, o que não é incorreto, mas é mais importante compreender como a maior inserção progressiva das novas tecnologias na socialização dos chamados ‘nativos digitais’ altera a forma pela qual eles recebem, selecionam e processam informações”, pondera.

Compartilhe:
Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Recomendados