Acontece na Unifeob

Estudante da UNIFEOB representa o Brasil em Congresso nos Estados Unidos

Na última semana, a estudante do curso de Direito, Marcia Maeno, esteve nos Estados Unidos, onde representou a UNIFEOB em um Congresso promovido pela AAUW (American Association of University Women). A estudante foi selecionada a partir de um edital aberto no início deste ano, pelo Conexão.

O evento aconteceu entre os dias 30 de maio e 2 de junho, na Universidade de Maryland. A UNIFEOB foi a única instituição de fora dos Estados Unidos a participar do evento. “Foram dias intensos e de muito aprendizado. Pudemos aprender muito com as outras universidades, trocar experiências e perceber que em alguns aspectos não estamos tão para trás como pensamos”, contou a estudante.

Márcia contou com o apoio da gestora do Conexão, Luciana Junqueira, durante os dias de Congresso. Elas participaram de workshops, palestras e eventos sobre empoderamento feminino. “Foi muito diferente de tudo que já participei e levarei comigo para o resto da vida. Contamos que somos da UNIFEOB, uma universidade no interior de São Paulo, e as pessoas que lá estavam ficaram muito surpresas, pois éramos a única instituição estrangeira participante. Pude falar um pouco sobre o MEU (Movimento de Empoderamento Universitário), e como as ações propostas podem mudar a vida dos universitários que se sentem sem representatividade”, relembra Marcia.

“Acredito ter sido uma oportunidade única para a nossa estudante Márcia, que pôde estar entre outras 600 estudantes dos EUA falando e discutindo sobre temas que muitas vezes não são discutidos abertamente, como assédio moral e sexual em ambiente acadêmico e de trabalho, diferença salarial por ser mulher, liderança, entre outros”, afirma Luciana.

A participação no Congresso se deu por meio do MEU, o Movimento de Empoderamento Universitário, que vem realizando ações durante todo o ano no Centro Universitário, para envolver todos os estudantes. “Em uma sociedade com dificuldade em encontrar bons exemplos, pudemos assistir a muitas jovens aprendendo com grandes mulheres, como Vlora Çitaku e Tarana Burke.  Acredito ter sido mais um passo importante para o empoderamento no campus e vimos que estamos no caminho certo”, finaliza Luciana.

 

Compartilhe:
Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Recomendados

Notícias

Informativo

Prezados alunos, Por meio desta nota, informamos que haverá uma atualização de 10% no valor das mensalidades para o ano de 2022. Antes de definirmos

Leia mais »