Técnico em Enfermagem

01 1

 

O curso

“O exercício da atividade de Enfermagem [no Brasil] […] é privativo de Enfermeiro, Técnico de Enfermagem, Auxiliar de Enfermagem […] e só será permitido ao profissional inscrito no Conselho Regional de Enfermagem da respectiva região.” (LEI N 7.498/86, DE 25 DE JUNHO DE 1986 – Dispõe sobre a regulamentação do exercício da Enfermagem e dá outras providências)

O Técnico em Enfermagem integra as equipes de saúde em conjunto com o Auxiliar de Enfermagem, o enfermeiro e demais profissionais da área. No Brasil, é considerado, desde 1986, um profissional de nível médio, a partir da publicação da Lei nº 7.498, de 25 de junho de 1986, que dispõe sobre a regulamentação do exercício da Enfermagem e dá outras providências. Seu campo de atuação abrange as mais diversas áreas, que vão desde a rede hospitalar e de saúde coletiva até serviços de diagnóstico, transporte aéreo e terrestre, home cares, instituições de longa permanência ou mesmo clínicas médicas. Exerce também atividades de fundamental importância dentro da área industrial, na promoção da saúde do trabalhador e na prevenção de agravos relacionados ao trabalho.

Destaca-se no contexto da saúde por formar, juntamente com o Auxiliar de Enfermagem, o maior contingente de pessoal dentro das instituições de saúde, uma vez que a abrangência de campos de atuação é diversificada e a necessidade de força de trabalho é fundamental à adequada condução dos processos assistenciais.

APROVAÇÃO DA INSTALAÇÃO E DO FUNCIONAMENTO DA ESCOLA TÉCNICA UNIFEOB E DO CURSO TÉCNICO EM ENFERMAGEM: Aprovado pela Diretoria de Ensino da Região São João da Boa Vista através da Portaria DRE-34, de 30-12-2015, publicado na pág. 30. Executivo – Caderno 1. Diário Oficial do Estado de São Paulo (DOSP) de 31 de dezembro de 2015.

 

Por que estudar na Escola Técnica UNIFEOB?

A Escola oferece cursos técnicos nas formas concomitante e subsequente ao Ensino Médio, com foco na recepção de um público bastante amplo e diversificado, que atende desde o jovem estudante de Ensino Médio aos que almejam a rápida recolocação no mercado de trabalho.

O aluno dos cursos da Escola Técnica UNIFEOB tem a oportunidade de fazer um curso técnico dentro de um ambiente universitário, usufruindo de toda a estrutura da graduação, o que é um diferencial em sua aprendizagem.

Até pouco tempo, a Educação Técnica de Nível Médio era vista e praticada somente como uma forma rápida para gerar mão de obra específica, mas, não necessariamente, qualificada para o mercado. Apesar de necessária e importante, era vista como uma forma inferior de formação. Mas hoje, graças a mudanças no mundo do trabalho e na educação, podemos entender os Cursos Técnicos como uma oportunidade de formação integral do sujeito, educação que se fundamenta no labor, mas comtempla também outras dimensões da formação humana e trabalhadora, dimensões estas que contemplam sua formação ética, atitudinal, comportamental, empreendedora e participativa. Esta nova perspectiva de formação Técnica de Nível Médio gera profissionais técnicos muito mais completos, com visão global do trabalho e do mundo e, portanto, com capacidades mais amplas de autodesenvolvimento, de colocação no mercado de trabalho e de contribuição para a sociedade.

Diferenciais do curso

Todo o trabalho da Escola se desenvolve a partir das seguintes premissas:

  • certeza na possibilidade de desenvolvimento pessoal, social e profissional dos ingressantes;
  • clareza do papel da educação formal como agente amplamente transformador;
  • respeito e valorização da diversidade;
  • gestão democrática, norteada pelas premissas da Cultura de Paz;
  • proposta pedagógica inclusiva;
  • utilização do ambiente e estrutura completa do curso de graduação;
  • uso de metodologias ativas e contemporâneas, que contemplam as diferentes formas de aprendizagem;
  • e propostas pedagógicas que possibilitem ao aluno a real vivência dos Quatro Pilares da Educação, fundamentados no Relatório para a UNESCO da Comissão Internacional Sobre Educação para o Século XXI: aprender a conhecer, aprender a fazer, aprender a conviver, aprender a ser.

Carga Horária

Habilitação em Técnico em Enfermagem (1.848h). Duração de 27 meses:

– Aulas teóricas-práticas (1.242h)

– Estágio Supervisionado (600h) – Sendo feito em períodos diferentes das aulas teóricas-práticas.

Qualificação em Auxiliar em Enfermagem (1.148h). Duração de 18 meses

– Aulas teóricas-práticas (748h)

– Estágio Supervisionado (400h) – Sendo feito em períodos diferentes das aulas teóricas-práticas.

*algumas disciplinas podem ser em EAD.  

Matrícula

A matrícula pode ser realizada pelo interessado maior de idade ou, se menor de idade, por seu responsável, mediante apresentação de documentação mínima abaixo descrita:

  1. Certidão de Nascimento ou Casamento (cópia simples)
  2. Cédula de Identidade (cópia simples)
  3.  Título de Eleitor para maiores de 18 anos com comprovante de voto na última eleição (cópia simples)
  4. Documento Militar – homens entre 18 e 45 anos de idade (cópia simples)
  5. Cadastro de Pessoa Física – CPF (cópia simples)
  6. Histórico escolar e certificado de conclusão do Ensino Fundamental (2 cópias autenticadas ou o original, mais uma cópia simples)
  7. Histórico escolar e certificado de conclusão do Ensino Médio (2 cópias autenticadas ou o original, mais uma cópia simples) ou declaração formal de que está cursando o Ensino médio, pontuada a série em que está matriculado
  8. Comprovante de residência (cópia simples)
  9. 02 fotos 3×4

Período de Matrícula: 03/02 a 03/03
Horário: das 08h00 às 22h00
Local: Secretaria dos Cursos Técnicos – Prédio E – Campus 2
Av. Dr. Octávio Bastos, 2.439 – Jardim Nova São João (Em frente ao Fórum).
Contato: 3634-3210