Perguntas Frequentes

Você pode entrar em contato conosco pelo atendimento virtual, no link http://unifeob.edu.br/contatos/virtual

Certidão de Conclusão de Curso 2ª via: R$ 20,00;

Histórico C/ Carga Horária (Currículo): R$ 15,00;

Programas (Por disciplina): R$ 2,00;
Confecção de Diploma em Alasca: isento de taxa;

Confecção de Diploma em Pele: R$ 75,00;

Confecção de Diploma em Collor Plus: R$ 25,00;

Registro de Diploma: isento de taxa;
2ª Via do Registro de Diploma: R$50,00;

Apostilamento: R$ 50,00.

Observações:

1. A expedição do diploma considera-se incluída nos serviços educacionais prestados pela instituição, não ensejando a cobrança de qualquer valor, ressalvada a hipótese de utilização de papel especial, por opção do aluno;

2. Caso o aluno queira um diploma em papel especial, deverá fazer a solicitação via intranet.

Todos os nossos atestados foram unificados em um único documento, contendo todos os dizeres necessários; para consegui-lo basta seguir esse procedimento:

1º acessar o sistema unifeob,

2º senha e login,

3º aluno on-line,

4º secretária virtual,

5º solicitações de serviços,

6º serviços executados eletronicamente (Atestado de Matrícula)

7º confirmar,

8º concluir (descer até o final da página para clicar),

9º ver arquivo,

10º imprimir; não há custo para esta solicitação.

O aluno da UNIFEOB, além de serviços convencionais ligados ao cotidiano acadêmico, possui à disposição outros benefícios e serviços, tais como: Seguro de vida do estudante; Desconto especial em curso de Pós-Graduação – UNIFEOB; Desconto especial em novo Curso de Graduação – UNIFEOB; Convênios com clubes e empresas para estágio profissional; Acesso a programas de bolsa de estudos como PROUNI, FIES, BOLSA Escola da Família e outros.

Dependendo da quantidade de módulos cursados, o aluno deverá cancelar a matrícula ou trancar a matrícula. No caso do cancelamento, o estudante finaliza o seu contrato junto ao UNIFEOB em caráter irrevogável, que pode ser requerido através do formulário de cancelamento/trancamento, onde através deste, o estudante passará nos setores de Coordenação, Tesouraria, Benefícios e Biblioteca para obter o visto confere destes setores e finalizará o processo na Central de Relacionamento. Nesse caso o estudante só poderá reingressar através de novo processo seletivo. No trancamento, é permitido ao aluno afastar-se por um período máximo de dois anos, sendo o procedimento igual ao do cancelamento; o tempo durante o qual a matrícula estiver trancada não é contado para efeito de duração do curso nem, consequentemente, para efeito de desligamento compulsório.

Em relação aos cursos de graduação presenciais, tanto nas unidades de ensino presenciais quanto nas unidades transversais, a média é composta pela soma de três notas:

  • 70% (setenta por cento) = 7,0 de responsabilidade exclusiva do professor, relativo ao desempenho do estudante na respectiva unidade de estudo: obtida pela soma das notas atribuídas nas atividades realizadas durante o bimestre, incluindo o PI (Projeto Integrado) determinado pelo colegiado e Coordenador de Curso, seu peso segundo grau de desenvolvimento e dificuldade.
  • 15% (quinze por cento) = 1,5 relativo à avaliação externa
  • 15% (quinze por cento) = 1,5 relativo à avaliação feita pelo colegiado da turma em que se encontra matriculado o estudante, acerca do desenvolvimento das competências atitudinais eleitas para o respectivo módulo.

O desempenho será avaliado por duas médias bimestrais que, somadas e divididas por dois, compõem a média semestral, sendo o estudante aprovado com valor maior ou igual a sete = 7,0. Caso não alcance média maior ou igual a 7,0; o estudante deve submeter-se a uma atividade avaliativa final, cuja nota, somada a média semestral, gerará uma nova média que deverá ser maior ou igual a cinco = 5,0

ATENÇÃO:

caso a média semestral seja igual ou superior a sete = 7,0 o estudante será considerado aprovado na respectiva unidade de estudo, ficando dispensado da atividade avaliativa final.

Para requerer revisão de notas atribuídas, os estudantes deverão dirigir-se até a Central de Relacionamento dentro do prazo de 2 (dois) dias úteis contados a partir da divulgação dos resultados de qualquer avaliação. O requerimento será escrito e protocolado neste mesmo local.

Qualquer estudante que não comparecer às aulas em dia de avaliação, tem 72 horas para requerer Avaliação Substitutiva, na Central de Relacionamento, e a determinação de uma nova data fica a critério do professor. Se houver apresentação de atestado médico, haverá isenção de pagamento.

O estudante precisa ter uma frequência mínima de 75% (setenta e cinco por cento) nas unidades de estudo cursadas. Caso não atinja o mínimo de 75% (setenta e cinco por cento) de frequência, estará reprovado na referida unidade de estudo, antes mesmo de realizar a avaliação final. Será considerada nula a avaliação final realizada pelo estudante que se encontrar nessa situação descrita.

OBSERVAÇÃO: Caso a média semestral seja igual ou superior a oito = 8,0 e a frequência superior a 65% (sessenta e cinco por cento), o estudante será considerado aprovado na respectiva unidade de estudo

As faltas serão abonadas nas seguintes circunstâncias: serviço militar obrigatório; participação em Congressos Científicos e participações em competições esportivas de âmbito nacional ou internacional. Não serão autorizados abonos de falta pelos seguintes motivos: intimação a depor em processo policial, por motivo religioso, greve estudantil, gala ou casamento, luto, nascimento de filho (no caso do pai), alistamento eleitoral e doação voluntária de sangue.

Em caso de gestação, ocorrerá a compensação de faltas, por intermédio de assistência pedagógica, com atividades a serem realizadas em casa (de caráter obrigatório), a aluna terá também direito a realização das atividades avaliativas finais; a compensação ocorrerá a partir do oitavo mês de gravidez, podendo se estender em até dois meses após o parto. O início e fim desse período serão determinados por atestado médico a ser apresentado na Central de Relacionamento, em até 5 (cinco) dias úteis, contados a partir da data de expedição do atestado, onde se procederá o registro da solicitação através de requerimento; o laudo médico será submetido ao Departamento Médico do UNIFEOB que emitirá posição sobre sua aceitação. Quanto aos procedimentos para a realização dos trabalhos, deverão ser solicitados à Coordenação de Curso.

Quando o estudante estiver acometido de afecções congênitas ou adquiridas, infecções, ou outras condições mórbidas, também ocorrerá a compensação de faltas, desde que a sua condição de saúde seja isolada e temporária e a duração do estágio doentio não ultrapasse o máximo admissível para a continuidade do processo pedagógico de aprendizado; quanto aos procedimentos e prazos para requisição, são os mesmos da questão anterior.

Será concedida matrícula aos estudantes transferidos de outras instituições, nacional ou estrangeira, na conformidade das vagas disponíveis, quando requerida nos prazos fixados. As transferências poderão processar-se para prosseguimento de estudos no mesmo curso ou em outro afim, condicionadas à existência de vagas e mediante processo seletivo, por meio de análise de currículo, prova escrita ou entrevista.

Para curso diferente, porém da mesma área, as transferências ficarão condicionadas à afinidade de estudos, verificada por meio de exame do currículo e dos programas cumpridos na instituição de origem, em comparação com o currículo e programas de destino.

Nos casos de transferência, as disciplinas ou unidades de estudo cursadas com aproveitamento em instituição autorizada serão apreciados pelo Colegiado de Curso e reconhecida pelo Centro Universitário, proceder-se-á à avaliação de Conteúdo Programático, bem como das notas ou conceitos, convertidos em notas, de conformidade com a regulamentação específica emitida pelo CONSEPE.

Em qualquer caso, para a integralização do currículo pleno, o Centro Universitário exigirá do estudante transferido o cumprimento regular das demais disciplinas e da carga horária total. O Centro Universitário exigirá adaptação das matérias ou disciplinas ou unidades de estudos cursadas parcialmente na instituição de origem.

Cursar unidades de estudos em regime de adaptação significa cumprir um plano especial de estudo, elaborado pelo Coordenador de Curso e aprovado pelo Colegiado de Curso, que possibilite o melhor aproveitamento da capacidade de aprendizagem do estudante. O Coordenador de cada curso analisará as unidades de estudos/disciplinas já cursadas pelo estudante, com atenção à carga horária e ao aproveitamento (nota ou conceito), para, na sequência indicar em qual módulo se dará a matrícula e qual ou quais unidades de estudos deverão ser cursados para adequação do estudante ao curso do UNIFEOB.

Dependência é reprovação na unidade de estudo cursada, caso o estudante seja reprovado em até duas unidades de estudo deverá ser nelas rematriculadas no semestre em que forem novamente ofertadas pela instituição. O estudante que acumular três ou mais reprovações em módulos distintos deverá, imediatamente no próximo semestre letivo, ser rematriculado no módulo em que tal acúmulo se deu ou em um dos módulos em que for ofertada alguma daquelas unidades de estudo, sendo dispensado das aprovadas; neste último caso, poderá cursar as demais unidades de estudo em que foi reprovado, conforme disponibilidade da instituição. Caso as reprovações tenham ocorrido no mesmo módulo deverá ser observado o seguinte:

  • O estudante deverá ser nele matriculado imediatamente, caso ofertado pela instituição
  • Caso não seja ofertado pela instituição no semestre seguinte e não seja pré-requisito para o próximo módulo, o estudante poderá ser rematriculado no módulo oferecido.

ATENÇÃO: Sendo pré-requisito e o módulo reprovado não seja ofertado pela instituição, o estudante ficará com sua matrícula suspensa e deverá cursá-lo assim que isso ocorra.

A mudança interna de curso, habilitação, turma ou turno, é condicionada a existência de vaga e será deliberada pelo Colegiado de Curso.

O aluno que cursou alguma disciplina em outro curso superior poderá pedir dispensa desta disciplina. Porém, para que isso ocorra, algumas regras devem ser observadas para concessão da dispensa, são elas: O aluno deverá apresentar e comprovar por via de histórico escolar, comprovando já ter cursado tal disciplina em nível de ensino superior; O conteúdo estudado na disciplina cursada deverá corresponder ao conteúdo que seria aplicado na disciplina a cursar. O aluno deve entrar com o pedido de dispensa, logo após a sua matrícula ou rematrícula, protocolizando o pedido, antes de se iniciar o semestre letivo. Enquanto o pedido não obtém resposta, o aluno deve frequentar normalmente as aulas da referida disciplina que se pretenda a dispensa, pois pode ser que não haja compatibilidade para que o pedido seja atendido, evitando assim prejuízos acadêmicos no campo da frequência. Após o prazo determinado em portaria, será indeferida qualquer solicitação de dispensa de disciplina. Terminado o prazo de solicitação, o aluno somente poderá solicitar no semestre seguinte. Não há retroatividade.

São atividades extracurriculares (realizadas fora do horário de aula) necessárias para conclusão do curso, sendo o coordenador de cada curso responsável pelo calendário das mesmas e requisitos para a aprovação e realização delas, as quais serão convalidadas pelo coordenador ou professor responsável e encaminhadas para a Central de Relacionamento.

O estágio supervisionado é constituído como atividade curricular, proporcionando ao estudante uma maior integração entre o mundo acadêmico e profissional. É obrigatório para a conclusão do curso; as atividades a serem realizadas dentro do estágio deverão ser registradas e os estudantes serão orientados para isso.

É um trabalho que exige dedicação e aprofundamento por parte do estudante e estimula a criatividade e inovação, sendo sua obrigatoriedade definida pelas diretrizes curriculares de cada curso (depende de cada curso). Deve ser feito durante o curso e demonstra o resultado de uma pesquisa e o domínio do tema escolhido pelo estudante, devendo este ter relação com seu curso; para a realização do mesmo deverá observar critérios metodológicos e científicos, dispondo de ajuda de um professor para orientá-lo.

A UNIFEOB mantém o sistema de ingresso de alunos nos diferentes Cursos que oferece por via do Vestibular.

A UNIFEOB adota o Sistema do Vestibular Inteligente, onde os vestibulandos têm a oportunidade de apresentar suas opiniões e idéias a respeito de temas atuais que envolvem as pessoas em seu cotidiano e sua interação como o meio onde vivem.

O interessado em frequentar um curso da UNIFEOB deverá inscrever-se para o Vestibular e participar da avaliação na data escolhida.

A UNIFEOB disponibiliza os mais variados meios de inscrição visando a facilitação de acesso do futuro aluno. São feitas inscrições pela Internet, postos de inscrição em escolas e outros locais e também por via direta na Secretaria do Vestibular com localização de seus serviços nos campi da Instituição.

O aluno ao inscrever-se para o Vestibular deverá fazer opção pelo Curso que pretenda concorrer e indicar uma 2ª e 3ª opções de cursos. Isso é fundamental, pois os Cursos possuem número limitado de vagas e caso o vestibulando não consiga lograr êxito no Curso que pretenda estudar, terá oportunidade em outros Cursos.

Os resultados do Vestibular são divulgados por diferentes meios, entre os quais, por via de Internet no Portal da UNIFEOB.

É possível também ingressar por meio de transferência externa e entrada via nota do ENEM e PROUNI.