UNIFEOB na VI Semana da Consciência Negra de Águas da Prata

UNIFEOB na VI Semana da Consciência Negra de Águas da Prata

Universitários do Curso de História ministraram palestra na Câmara para debater sobre o tema.

Os estudantes do Curso de História da UNIFEOB – Centro Universitário Octávio Bastos, Teicianne Miranda de Freitas e Alison Garcia, participaram no dia 13 de novembro da VI semana da Consciência Negra de 2014 organizada pela Câmara de Águas da Prata.
Na abertura, os alunos falaram sobre a história do negro no Brasil, sem esquecer a escravidão e o racismo. Segundo Teicianne, o preconceito racial é uma realidade ainda existente no país.
Alison Garcia, afirma que a luta pela igualdade de direitos entre os seres humanos, independe da cor da pele. “Nós somos agentes históricos e temos que interferir nesta questão do preconceito e da conscientização do outro, se fazemos um curso sobre ciências humanas, temos o dever de conscientizar a todos, sobre o respeito ao ser humano em geral, independente da cor”.
Para o presidente da Câmara Municipal de Águas da Prata, Luiz Alberto Teixeira Ferreira, a data tem uma grande importância.
“A luta pela liberdade dos negros, jamais cessou, referenciamos a unidade de luta pela liberdade de informação, manifestação religiosa e cultural e a importância da semana é grande, para dizer não ao racismo, a discriminação e ao preconceito racial, espero que esta semana seja de muita festividade, alegria e que renove as energias para continuarmos a trajetória para conquistas de direitos e igualdades.”
Na solenidade também estiveram presentes componentes e autoridades em defesa da raça negra, como o presidente do PROTEA, Marcos Paulo, a diretora social, Áurea Goretti, entre outros.
Segundo os alunos da UNIFEOB, o convite os impulsionou a pesquisar e estudar sobre o assunto, fazendo com que pudessem se desenvolver na oratória e na desenvoltura de conhecimentos.
“Queremos lecionar na área, para termos a oportunidade de passar adiante, nossos aprendizados, acho que a mudança começa pela educação, e pretendo atingir a consciência dos alunos em geral, tanto adolescentes como universitários”, comenta Alison Garcia.

Thaís Araújo

Assessoria de Imprensa