Curso de Letras desenvolveu o Projeto CULTURA AFRICANA: LÍNGUAS E LINGUAGENS

Curso de Letras desenvolveu o Projeto CULTURA AFRICANA: LÍNGUAS E LINGUAGENS

Sem dúvidas, o projeto “Cultura Africana: Língua e linguagens” mobilizou os alunos e os professores do curso de Letras, tanto no aspecto intelectual quanto social.

Muitas atividades foram e continuarão a ser feitas, como o convite a palestrantes, conhecimento da literatura africana, sobretudo de autores em ascenção como Mia Couto e a reflexão acerca da importância destes conhecimentos aos futuros professores de Língua Portuguesa.

O projeto procurou, assim, despertar no futuro professor o conhecimento e o envolvimento com a cultura africana, a fim de que se torne um multiplicador em sala de aula, divulgando uma cultura que faz parte da formação cultural brasileira e deve ser conhecida e respeitada por todos.

Como parte do projeto desenvolvido, os alunos ouviram o jovem Palestrante Renan Camacho, voluntário em um projeto de ajuda a crianças de Guiné-Bissau.

Tocados pelas notícias e incentivados pelos professores, os alunos do curso Letras resolveram fazer uma campanha de arrecadação de material escolar para ser enviado às crianças do Projeto Educando – uma entidade dirigida por missionários presbiterianos brasileiros que tem, além de outras ações humanitárias,  o intuito de ensinar a língua portuguesa em Guiné-Bissau, atendendo cerca de 150 crianças.

Foram arrecadados mais de 60 kg de material entre cadernos, estojos, livros, lápis de cor, etc. Os alunos também escreveram cartas a cada uma das crianças, incentivando-as a continuarem firmes nos estudos para que tenham um futuro melhor. O país passa por constante guerra civil e , sabe-se, somente pela educação os guineenses poderão viver pacificamente.

Colaboração: Profa. Marcia Belli