como-funciona-o-intercambio

Para abrir as portas do mundo acadêmico, a UNIFEOB estabelece parcerias internacionais em prol da educação e do conhecimento. Os estudantes da instituição têm a oportunidade de ampliar suas fronteiras, participando de disciplinas, cursos e estágios em universidades conveniadas, assim como recebemos alunos e professores para troca de experiências.

O Comitê de Network da UNIFEOB iniciou o projeto em Portugal, nas Universidades de Évora e Coimbra e com o Instituto Nacional de Bioenergia. Porém, na intenção de expandir, estabelecemos canais de comunicação com instituições na Espanha, Argentina, nos Estados Unidos e no Canadá, para programas futuros.

Por meio do Banco Santander, nossos estudantes também têm acesso à bolsa de estudos em universidades estrangeiras, com início das aulas no 1º semestre de 2018, mediante seleção. Clique aqui para saber mais. 

Todas e parcerias alcançadas tem o objetivo de romper fronteiras pelo Brasil e pelo mundo, para que todos tenham ensino superior de qualidade.

UNIFEOB firma parceria com Universidade Aberta de Portugal

A UNIFEOB, em parceria com a Universidade Aberta de Portugal (UAB), oferece oportunidade de estudos internacionais para seus estudantes, professores e colaboradores.

O acordo de cooperação é uma possibilidade de ensino a distância nas modalidades de graduação e pós-graduação. Para usufruir desse benefício, estudantes devem estar devidamente matriculados; e professores e colaboradores devem ter vínculo com o Centro Universitário Fundação de Ensino Octávio Bastos.

A parceria faz parte do programa de Internacionalização da instituição, que tem o intuito de ampliar a visão de mundo, estabelecendo contato com outras culturas e conhecimentos técnicos em universidades parceiras fora do Brasil. E a UNIFEOB também abre suas portas para professores e alunos de instituições estrangeiras.

Conheça a UAB: http://portal.uab.pt/

Estudante de Engenharia Agronômica participa de intercâmbio em Portugal

aline_2

Segundo os dicionários, intercâmbio é uma troca. Além disso, é também o relacionamento recíproco entre nações. Um momento sonhado por muitos jovens, pois permite a troca de experiências entre diferentes culturas, aprender na prática um novo idioma, o exercício da autonomia e, claro, um grande crescimento pessoal.

Aline Constantino, estudante do 6º módulo de Engenharia Agronômica, sempre quis fazer intercâmbio e viu na parceria entre UNIFEOB e Santander Universidades uma oportunidade imperdível.

Desde o início da graduação, Aline conta que se interessou por programas de intercâmbio, mas encontrava empecilhos, principalmente na falta de recursos. Foi quando uma ação na UNIFEOB trouxe a chance de estudar no exterior. “Eu já conhecia os programas do Santander e, quando eu vi a ação do banco na UNIFEOB, já entendi que poderia haver uma parceria. Também assisti a uma live do Reitor João Otávio em Portugal, em que ele falava do convênio entre UNIFEOB e Évora, então pensei: é a minha chance”, relembra.

A estudante de Engenharia Agronômica inscreveu-se para o processo seletivo e a expectativa só aumentou.

Aline tem domínio do inglês, mas está animada com as vantagens de estudar em um país de língua portuguesa. Profissionalmente, a universitária também tem muitas expectativas. “Espero adquirir muito conhecimento teórico e prático, principalmente em culturas que não são tão comuns em todo território brasileiro, como viticultura e olivicultura. Estou curiosa para conhecer o método de ensino e dinâmica curricular portuguesa, porque têm disciplinas parecidas com a nossa. Pretendo fazer muito networking e voltar com uma visão profissional mais aperfeiçoada”, explica.

Sabendo que esta é uma grande oportunidade, Aline tem um conselho para seus colegas universitários. “Se esforcem e corram atrás. Procurem se informar, sejam curiosos e sempre pensem fora da caixa, não importa se o seu objetivo é um intercâmbio, se formar ou conseguir um emprego melhor. É aquele ditado: ‘quanto mais duro eu trabalho, mais sorte eu tenho’. Desejo muita sorte para todos nós”.